eJournal USA

10 Grandes Sanduíches Americanos

Robb Walsh

See You in the U.S.A.

ÍNDICE
Sobre Esta Edição
Boas-Vindas Oficiais
Quero Solicitar um Visto de Estudante
A Voz de uma Estudante (Índia)
A Voz de um Estudante (Marrocos)
O Problema das Listas de Melhores Escolas
A Voz de um Estudante (Irã)
A Voz de um Estudante (Bangladesh)
Quero Solicitar um Visto de Turista
Os 10 Destinos Mais Procurados dos EUA
10 Outros Destinos Dignos de Atenção
Como Evitar Golpes com Vistos
A Voz de um Turista (China)
E se Eu Precisar de Atendimento Médico?
Quanto Tempo Levará para Obter Meu Visto?
10 Grandes Sanduíches Americanos
Quero Solicitar um Visto de Negócios
A Voz de um Homem de Negócios (Quênia)
Quero Solicitar um Visto de Trabalho Temporário
A Voz de uma Profissional (Nigéria)
Mudanças no Ar
Jeitos de Viajar
Horas de Viagem Estimadas
Passando pela Segurança dos Aeroportos
Recursos Adicionais
Download versão Adobe Acrobat (PDF)
 

See You in the USASanduicheiros empilham frios e queijos italianos na sanduicheria White House em Atlantic City, Nova Jersey (Cortesia: Atlantic City Convention & Visitors Bureau)

See You in the USA(Cortesia: Emperor Anton/Flickr)




Como as cidades americanas, a culinária dos EUA é extremamente diversificada, com variações regionais substanciais. Talvez nenhum item de cardápio ilustre isso tão bem como o humilde sanduíche. A seguir são apresentados dez grandes sanduíches americanos, cada um ligado a uma grande cidade ou região americana. Robb Walsh escreve sobre comida; ganhou duas vezes o Prêmio de Jornalismo James Beard.

A refeição informal que chamamos sanduíche recebeu esse nome por causa do inglês John Montagu (1718–1792), o quarto conde de Sandwich. De acordo com a lenda, o conde fazia seu criado levar-lhe refeições que consistiam em carne servida entre duas fatias de pão, para que o nobre pudesse comer à mesa de jogo.

Durante a Revolução Industrial, o sanduíche serviu como almoço prático que podia ser preparado em casa e levado ao trabalho. No início dos anos 1900, o sanduíche explodiu em popularidade com a introdução do pão fatiado.

A maioria das sempre bem-vindas variações regionais de sanduíche dos Estados Unidos surgiu no início do século 20. Eis aqui dez favoritas:

East Coast Sub (Submarino da Costa Leste)

Um sanduíche submarino é feito em um pão comprido cortado longitudinalmente e generosamente recheado. Os primeiros sanduíches submarinos eram recheados com camadas de frios italianos (como salame, mortadela e presuntos condimentados) e queijos, e em seguida cobertos com alface, tomate e pimentões. O pão era ligeiramente revestido por um molho de azeite de oliva. Variações posteriores incluem submarinos quentes assados recheados com almôndegas em molho de tomate ou linguiça italiana e pimentões.

Diz a lenda que o nome veio de trabalhadores de estaleiros da Costa Leste. Sanduíches semelhantes são chamados grinders na Nova Inglaterra, heroes em Nova York e hoagies na Filadélfia. Os sanduíches são originários de bairros ítalo-americanos de todo o litoral leste, mas agora são encontrados em todo o país. Outros apelidos locais incluem rockets, torpedoes, zeppelins e poor boys.

See You in the USAO sanduíche de ostras mais comprido do mundo é preparado para um festival de rua em Nova Orleans (Frank Stansbury/oysterjubilee.com)

New Orleans Poor Boy (Pobre Rapaz de Nova Orleans)

O sanduíche poor boy foi chamado assim durante uma greve de bondes em Nova Orleans em 1929. Sanduíches feitos em baguetes com sobras como aparas e molho de rosbife eram distribuídos gratuitamente aos grevistas, chamados simpaticamente de “esses pobres rapazes”.

Logo os restaurantes e as lojas de toda Nova Orleans começaram a chamar seus sanduíches de poor boys (“pobres rapazes”). Poor boys de frutos do mar são a variedade mais característica. Camarões e ostras eram abundantes e baratos em Nova Orleans nessa época, e muitas vezes os sanduíches eram recheados com ostras ou camarões fritos. Você pede um Pobre Rapaz de Nova Orleans “vestido” se quiser alface, tomate e maionese ou “despido” se o quiser simples.

Gulf Coast Muffuletta (Muffuletta da Costa do Golfo)

Nos anos 1890, os padeiros sicilianos das cidades portuárias do Golfo do México vendiam seu pão característico em carroças empurradas à mão. Os redondos pães sicilianos difíceis de mastigar, chamados muffulettas, eram vendidos inteiros ou cortados ao meio longitudinalmente e recheados com presunto e azeitonas.

Durante a Era Progressista do início dos anos 1900, novas regulamentações sanitárias consideravam fora da lei vendedores de rua em toda a nação americana. Por volta de 1905, as mercearias italianas do Bairro Francês de Nova Orleans começaram a comprar os redondos pães muffulettas das padarias locais sicilianas e os rechearam com salame, mortadela, queijo provolone e salada de azeitona. Os donos das mercearias vendiam sanduíches para viagem, prontos para ser consumidos, além de oferecer mesas onde os clientes podiam comer na loja.

Atualmente, as muffulettas são vendidas principalmente em restaurantes e cafés nos estados do Golfo. Mas a muffuletta da mercearia do Bairro Francês continua sendo a versão definitiva.

Florida Cuban Sandwich (Sanduíche Cubano da Flórida)

O sanduíche cubano é feito de pão recheado com presunto, carne de porco assada, queijo suíço, picles, mostarda e às vezes salame. Um sanduíche cubano moderno vem sempre tostado em uma sanduicheira até o queijo derreter. Isso lhe dá a forma característica achatada e uma textura maravilhosamente densa.

Porém, o sanduíche cubano original não era tostado. Ele começou a ficar popular por volta de 1900 em Ybor City, Flórida (perto de Tampa), e em Cuba, onde era chamado mixto. Era o almoço predileto dos trabalhadores das fábricas de charutos e dos empregados das usinas de açúcar.

Após a década de 1960, quando Miami foi inundada por cubanos que fugiam do regime de Fidel Castro, o sanduíche cubano prensado passou a ser onipresente nas lanchonetes e nos cafés de lá. Continua sendo o sanduíche predileto de Miami.

See You in the USAFregueses na hora do almoço fazem fila para comer filés com queijo da Filadélfia (© Matt Rourke/AP Images)

Philly Cheesesteak (Filé com Queijo da Filadélfia)

Inventado em uma barraca de cachorro-quente na Filadélfia nos anos 1930, este apetitoso sanduíche quente é feito com fatias finas de filé cozidas com cebolas em uma chapa quente e servido em um pão submarino cortado ao meio  e coberto com queijo. As variações incluem filé com cogumelos, filé com pimentões verdes e filé com mais cebolas. O queijo provolone é colocado dentro do pão antes de o filé quente ser adicionado, de modo a derreter em volta dele. Como alternativa, depois de finalizado, o sanduíche pode ser coberto com pasta de queijo americano processado, de cor laranja brilhante, chamada Cheez Whiz.

New England Lobster Roll (Sanduíche de Lagosta da Nova Inglaterra)

Os sanduíches de lagosta tornaram-se famosos no Maine, mas são comuns em todos os estados produtores de lagosta da Nova Inglaterra e nas vizinhas províncias marítimas do Canadá. Um sanduíche de lagosta é feito com carne de lagosta picada misturada a cebolinha ou aipo e maionese temperada com sal e pimenta e servido em pão de cachorro-quente tostado. Os melhores sanduíches de lagosta contêm a carne de uma lagosta inteira. Os sanduíches de lagosta são tão populares na Nova Inglaterra que até os restaurantes de fast-food os servem.

See You in the USAA garçonete Lesley Spencer exibe um sanduíche de lagosta com anéis de cebola em restaurante de Five Islands, no Maine (© Pat Wellenbach/AP Images)

Chicago Italian Beef (Bife Italiano de Chicago)

O sanduíche de bife italiano é uma das diversas variações regionais do sanduíche de rosbife. Este ficou famoso nas barracas de cachorro-quente de Chicago. É feito com fatias bem finas de rosbife molhadas em alho e montadas em um pão comprido que foi mergulhado antes em molho de carne. O sanduíche pode ser pedido “doce” (coberto com pimentões salteados) ou “quente” (coberto com uma mistura de picles temperados chamada giardiniera). O pão pode ser pedido “mergulhado” (ligeiramente mergulhado no molho da carne), “suculento” (mergulhado duas vezes) ou “ensopado” (pingando).

Los Angeles French Dip (Sanduíche com Molho Francês de Los Angeles)

Como o Bife Italiano de Chicago, o Sanduíche com Molho Francês de Los Angeles é feito de fatias bem finas de rosbife servidas em uma baguete. Mas a versão de Hollywood deste sanduíche é geralmente feita com fatias recém-cortadas de rosbife quase ao ponto a mal passado, em vez do rosbife pré-fatiado tipicamente usado em Chicago. O pão vem com uma camada de mostarda tipo Dijon e é ligeiramente imerso em molho de carne. O Sanduíche com Molho Francês de Los Angeles vem muitas vezes acompanhado por uma tigela de molho para rosbife, para que o comensal possa embeber ali o sanduíche.

Buffalo Beef on a Weck (Bife de Buffalo no Pão)

Em torno da cidade de Buffalo, no oeste do estado de Nova York, o sanduíche regional de rosbife é servido em um pão kummelweck. Padeiros alemães popularizaram esse pão redondo coberto com sal kosher e sementes de alcaravia. Kummel, em alemão, significa alcaravia, e weck é a palavra para pão no dialeto do sul da Alemanha. Os donos de bar de Buffalo fizeram sanduíches nesses pães alemães salgados pensando que deixariam seus fregueses com sede. O rosbife mal passado é cortado em fatias finas, e o pão kummelweck é imerso em molho para carne. Raiz-forte, picles de endro e batatas fritas são os acompanhamentos-padrão.

Texas BBQ Brisket Sandwich (Sanduíche de Churrasco de Peito Bovino do Texas)

Bifes de peito de boi defumados lentamente são a carne preferida nas churrascarias do Texas, e o modo mais popular de comê-los é na forma de sanduíche. Há duas versões. Um sanduíche de peito fatiado em pão de hambúrguer coberto com molho para churrasco. Fatias finas de peito são empilhadas no pão. A carne é coberta com fatias de cebola e lascas de picles de endro. Um sanduíche de peito picado é feito com uma mistura de picadinho de peito e molho para churrasco, tudo coberto com cebola e picles. A variação de peito picado lembra um sanduíche feito com picadinho de carne em molho de tomate com sabor picante, chamado “Sloppy Joe” em outras partes do país.

As opiniões expressas neste artigo não refletem necessariamente a posição nem as políticas do governo dos EUA.